Atividades c\ uso de jornais e revistas (pré – escola)

junte uma pilha de revistas infantis ou de interesse geral e leve para a classe. Com criatividade, você fará surgir de suas páginas aulas estimulantes. Além de trazerem informação, as revistas facilitam a alfabetização e funcionam como ponto de partida para trabalhos em todas as áreas.

A atividade foi desenvolvida em escolas de Descalvado, Taboão da Serra e Embu. As três cidades paulistas serviram de piloto para o Projeto Revista na Sala de Aula, desenvolvido pela Fundação Victor Civita no ano passado. “Levamos gratuitamente para escolas de dezesseis Estados mais de 2 milhões de exemplares de publicações da Editora Abril que haviam restado nas bancas”, conta Âmbar de Barros, diretora de Projetos Especiais da Fundação.

Professoras de três escolas mostram, a seguir, o valor didático do material. Arrecade revistas e renove você também suas aulas.

Utilizar gibis e revistas como Claudia que, a princípio, agradariam mais às suas mães, fez com que os alunos da EMEI Paulo Roberto Jordão, de Descalvado, tivessem um desenvolvimento acima do esperado por suas professoras. “Resolvemos incluir esse material em nosso planejamento criando um projeto de leitura”, lembra a professora Vera Lúcia Ruy, do nível III. Esse foi só o começo. “Conforme fomos trabalhando, percebemos que as revistas eram uma fonte inesgotável de recursos, não só para as aulas de Português”, completa a professora Fátima Pires, do nível II. Seus alunos montaram, além de jogos e cartazes, livrinhos de Matemática contendo exemplos de formas geométricas, cores e quantidades. “Nosso trabalho se tornou muito mais rico.”

G, e , T... Neste bingo, as pedras contêm letras

Bingo de letras: jogando, as crianças aprenderam o alfabeto

Os alunos do nível II construíram um bingo de letras recortadas de revistas. Nas cartelas, previamente quadriculadas pela professora Fátima, eles colaram doze letras diferentes. Um alfabeto, também feito com revistas, foi colocado num saquinho. Uma criança ia sorteando as letras até que um dos colegas completasse sua cartela. “Para marcar as letras sorteadas, os alunos usavam tampinhas de garrafa”, ensina Fátima. O vencedor “cantava” a próxima partida. “De tanto jogar, as crianças aprenderam a reconhecer todo o alfabeto.”


Peças coloridas formam os nomes de todas as coisas

As tampinhas e o livrinho de figuras: os alunos de Vera partem dos recordes e chegam à letra manuscrita

Para ampliar o vocabulário de seus alunos, em fase de alfabetização, a professora Vera pediu que eles recortassem letras das revistas e as colassem em tampinhas de garrafa.”Com esse alfabeto, a turma treinou a escrita”, conta. Em seguida, as crianças recortaram várias figuras e letras e montaram os nomes delas. No final, as mesmas palavras foram escritas à mão.
111

About these ads

1 Response to “Atividades c\ uso de jornais e revistas (pré – escola)”


  1. 1 Suzana Magaly janeiro 27, 2009 às 7:56 pm

    Percebo que alguns professores ainda não acreditam no trabalho com objetos, com a construção prática do saber, utilizando materiais concretos e do dia-a dia da criança, apesar de tanto se falar. Estou falando isso de professores de formação que só acham que a criança só aprende com o lápis e o papel.
    Gosto de idéias práticas e inovadoras. Obrigada pela contribuição.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: